Google Earth: Imagens de cidades destruídas durante a II Guerra Mundial

Enquanto me preparo para um dos finais de semana mais emocionantes de minha vida vou deixar para vocês uma dica relacionada com Sensoriamento Remoto e Google EarthO link não é tão recente, mas com certeza vai interessar a muita gente. São imagens do serviço do globo virtual do Google que comparam regiões da Europa em 1943 que mostram a devastação da Segunda Guerra Mundial.

Utilizando a ferramenta de imagens históricas, é possível comparar o cenário de cidades como Lyon (França), Stuttgart (Alemanha) e Nápoles (Itália) depois de bombardeios com a situação atual.

Stuttgart, na Alemanha, em 1943 (E) e agora (D). (Foto: Reprodução)
Stuttgart, na Alemanha, em 1943 (E) e agora (D). (Foto: Reprodução)

Na época em que o portal G1 publicou uma matéria sobre estas imagens uma funcionária da empresa no Google Lat Long Blog escreveu: “As imagens históricas dão uma perspectiva única dos eventos do passado usando tecnologia atual. Esperamos que as imagens da Segunda Guerra Mundial nos faça entender nossa história de um novo jeito e aprender mais sobre o impacto da guerra no desenvolvimento dos países”.

Veja outras cidades em 1943 e agora nas comparações divulgadas pelo Google:

Lyon devastada pelos bombardeios da Segunda Guerra (E) e reconstruída (D). (Foto: Reprodução)
Lyon devastada pelos bombardeios da Segunda Guerra (E) e reconstruída (D). (Foto: Reprodução)
Nápoles, na Itália, destruída pelos ataques durante a guerra (E) e atualmente (D). (Foto: Reprodução)
Nápoles, na Itália, destruída pelos ataques durante a guerra (E) e atualmente (D). (Foto: Reprodução)

Legal não é? Deixe seu comentário sobre estas imagens.

O que acha de aproveitar esta sua visita para ler outras postagens deste blog sobre as ferramentas do Google e Sensoriamento Remoto. Veja alguns exemplos:

Compartilhe nas redes sociais

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Email
Anderson Medeiros

Anderson Medeiros

Graduado em Geoprocessamento pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB). É o autor do site https://clickgeo.com.br que publica regularmente, desde 2008, artigos dicas e tutoriais sobre Geotecnologias, suas ferramentas e aplicações.
Em 2017 foi reconhecido como o Profissional do ano no setor de Geotecnologias. Atua na área de Geoprocessamento desde 2005.

Artigos relacionados

9 thoughts on “Google Earth: Imagens de cidades destruídas durante a II Guerra Mundial

  1. Murilo Cardoso disse:

    Opa! Envie pra mim tb, Anderson. Se não for pedir muito.

    1. Ok, apenas peço um pouco de paciência, pois estou meio que sem tempo de escrever. Mas enviarei com certeza!
      Abraço! 😀

  2. Nelson Silva disse:

    Caro Anderson, acredita mesmo que isso se cumprirá? Abraço, Nelson

    1. Olá Nelson, tudo bem?
      Você se refere ao meu comentário sobre a profecia? Se for, a resposta é sim.
      Caso você deseje mais detalhes dos motivos para eu ter tanta certeza, posso lhe enviar um e-mail sobre isso.
      Abraço!

      1. Nelson Silva disse:

        Olá Anderson, sim era esse facto.
        Pode enviar mail então 🙂
        Abraço

  3. Engraçado são os comentários na matéria do G1.

    Muito legal ver essas fotos, estranho é depois de tanto tempo ainda existir guerra. =

    1. Realmente Camila, eu não havia visto os comentários no G1.
      Sobre as guerras, pessoalmente acredito que em breve se cumprirá a profecia da Bíblia que diz: “… Não levantará espada nação contra nação, nem aprenderão mais a guerra” (Isaías 2:4).
      Obrigado por seu comentário.
      Abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pesquisar
Inscreva-se
Receba nossa Newsletter por E-mail

Cadastre-se Gratuitamente em nossa Lista VIP e receba nossas novidades por e-mail. Siga nosso Instagram @clickgeo.cursos e nosso Canal no Youtube para continuar atualizado sobre o Mundo do Geoprocessamento e Produção de Mapas!

Sobre Anderson Medeiros

Ele já foi reconhecido como o Profissional do Ano no Brasil no setor de Geotecnologias. Graduado em Geoprocessamento, trabalha com Geotecnologias desde 2005. Já ministrou dezenas de cursos de Geoprocessamento com Softwares Livres em diversas cidades, além de outros treinamentos na modalidade EaD. Desde 2008 publica conteúdo sobre Geoinformação e suas tecnologias como QGIS, PostGIS, gvSIG, i3Geo, entre outras.

Temas
Temas:
Arquivos
Arquivos: