Qual é a Diferença entre MDE, MDT e MDS?

Você sabe qual é a diferença entre Modelo Digital de Elevação (MDE), Modelo Digital do Terreno (MDT) e Modelo Digital de Superfície (MDS)? Nesta matéria vamos esclarecer este assunto que gera tantas dúvidas.

SIGA NOSSO INSTAGRAM E YOUTUBE

Você já nos acompanha nas redes sociais?

Atualmente nosso Canal do Youtube é o maior Canal Brasileiro sobre Geotecnologias e nosso Instagram também tem tido destaque neste nicho.

VOCÊ ENTENDE A DIFERENÇA?

Em alguns Países, como o Brasil, MDE e MDT são considerados como sinônimos, já em outros (como os EUA) o MDT é considerado como complemento do MDE, sendo formado por dados vetoriais.

O termo MDE no Brasil em geral é usado para se referir a um dado raster, um modelo de parte da superfície da terra levando em conta suas altitudes

A diferença entre MDE, MDT E MDS, é que o MDT considera o valor de altitude em relação ao solo, já o MDS além disso, leva em conta qualquer edificação seja ela natural ou não, para saber a altitude.

Neste vídeo explico mais detalhes este assunto de uma maneira simples e direta.

O que você achou? Deixe aqui seus comentários.

Aproveitando, aprenda um  pouco mais com os seguintes conteúdos:

Compartilhe nas redes sociais

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Email
Anderson Medeiros

Anderson Medeiros

Graduado em Geoprocessamento pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB). É o autor do site https://clickgeo.com.br que publica regularmente, desde 2008, artigos dicas e tutoriais sobre Geotecnologias, suas ferramentas e aplicações.
Em 2017 foi reconhecido como o Profissional do ano no setor de Geotecnologias. Atua na área de Geoprocessamento desde 2005.

Artigos relacionados

7 thoughts on “Qual é a Diferença entre MDE, MDT e MDS?

  1. Luiz Machado disse:

    Olá Anderson.
    Sou estudante de gestão ambiental, e tenho assistido aos seus vídeos. São excelentes, consegui sanar varias duvidas. Parabéns

  2. Fábio Kunde disse:

    Muito legal, conteúdos excelentes.

  3. Daniel R. Alcântara disse:

    Boa tarde.

    Como gerar mapa de declividade no QGis a partir de curvas de nível?
    As curvas de nível foram exportadas pelo AutoCad Map como shapefiles.
    Faço este trabalho no ArcGis, mas quero utilizar o QGis.
    Obrigado!
    Daniel

  4. miguelsimaobaptista disse:

    queiro saber se os vossos serviços esato disponiveis para fora do territorio brasileiro nomeadamente angola

  5. miguelsimaobaptista disse:

    os conteudos da clickgeo sao bastante uteis queiro saber se os vossos serviços online nao estao disponiveis para fora do territorio angolano nomeadamente angola

  6. Breno Marent disse:

    Muito interessante. Obrigado pela explicação!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pesquisar
Inscreva-se
Receba nossa Newsletter por E-mail

Cadastre-se Gratuitamente em nossa Lista VIP e receba nossas novidades por e-mail. Siga nosso Instagram @clickgeo.cursos e nosso Canal no Youtube para continuar atualizado sobre o Mundo do Geoprocessamento e Produção de Mapas!

Sobre Anderson Medeiros

Ele já foi reconhecido como o Profissional do Ano no Brasil no setor de Geotecnologias. Graduado em Geoprocessamento, trabalha com Geotecnologias desde 2005. Já ministrou dezenas de cursos de Geoprocessamento com Softwares Livres em diversas cidades, além de outros treinamentos na modalidade EaD. Desde 2008 publica conteúdo sobre Geoinformação e suas tecnologias como QGIS, PostGIS, gvSIG, i3Geo, entre outras.

Temas
Temas:
Arquivos
Arquivos: